1 de abril de 2013

Educar pelo Riso


Há algum tempo mencionei lá no blog Educar para transformar um artigo publicado pela Revista Educar. e o mesmo falava sobre a importância do riso na escola, um tema  que ainda tem pouca extensão mas que é de fundamental importância para a inteligência mental de nossos alunos e dos professores também. Fato que justifica a escolha do post de hoje.



De acordo com a Psicóloga Denise Gimenez Ramos: o humor possui um conhecido efeito de distensionar o ambiente. Em um momento em que se fala tanto em resolução de conflitos no espaço escolar, o humor pode funcionar tanto como um antídoto para relações excessivamente conturbadas, como um catalisador para relacionamentos humanos mais saudáveis. "O bom humor tem a ver com a capacidade de lidar com estresse e é um natural mediador de conflitos".

O humor também pode se apresentar como um caminho para encurtar a distância cultural cada vez maior existente entre as gerações de professores e de alunos, o que tem impacto direto na sala de aula. Favorece o diálogo, promove vínculos e, principalmente, humaniza o relacionamento. 

Segundo o pesquisador James Neuliep, da Universidade de Wisconsin, que faz pesquisas sobre o assunto, como há uma natural diferença de status entre professores e alunos, o humor ajuda os estudantes a compreender o lado humano do docente. "Quando utilizado adequadamente, ele pode ajudar a reduzir a distância psicológica entre professores e alunos", escreve Neuliep, em artigo publicado no site da ASCD, uma organização norte-americana para o desenvolvimento curricular. 





O texto segue nos fazendo pensar que na medida em que o nível de reflexão sobre o papel do riso se aprofunda, é possível notar que há muito mais do que descontração sob uma risada. Está em jogo a possibilidade da escola de trabalhar sobre aspectos mais profundos da educação, como a busca de sentido para a vida.

Para Denise, as escolas não apenas deveriam ver no humor uma forma de crescimento pessoal, mas ativamente buscar desenvolvê-lo, já que se trata, segundo ela, de uma atitude que também pode ser ensinada e que frequentemente se aprende por imitação.

Outro nome citado pelo texto é o do psicólogo Yves de La Taille, professor do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), que vem pesquisando sobre as relações entre o humor e o campo da moralidade. De acordo com La Taille, há questões verdadeiramente existenciais por trás do humor. "Para uma geração de jovens que está doida para encontrar algum sentido na vida, é um prato cheio". 

Coloquei aqui apenas algumas considerações trazidas pelo texto para ler na integra o artigo clique no link ao lado ( aqui). Mas antes de ir. Deixe suas considerações sobre o riso na escola! Sua opinião é muito importante para nós!



Boa semana a todos

6 comentários:

Toninha Borges disse...

Vanessa lendo o seu texto lembrei da minha irmã Ana , quando vai contar algo engraçado começa rir contando. E todos riem dela e eu particularmente as nem entendo o que diz. rsrsrs
O sorrir faz bem pra alma.
Bju

Vanessa Gonçalves Vieira disse...

É verdade Toninha!
Rir e o melhor remédio!!
rsrs1

Beijocas!!!

Daniela Scalon disse...

sou professora de uma turma do 3º ano que ficam em período integral e se antes eu já adotava o riso como mola propulsora hj mais ainda: tanto tempo na escola e tanta coisa a ser estudada, chega uma hora em que o riso, a descontração, a "sacada" de um comentário para dar mais leveza e prazer no ambiente é a melhor aliada!!! Com mais de 20 anos em sala de aula, consigo perceber qdo é hora de criar este momento e juntos damos gostosas risadas de "coisinhas a toa que nos fazem feliz"... adoro provocar isso nas pessoas...é contagiante...

cris chabes disse...

Olá Vanessa adorei esse post
Indiquei a leitura dele lá no meu blog
Beijocas
Cris Chabes

Anne Lieri disse...

Vanessa,um texto inovador e excelente!Num mundo tão mau humorado,o riso chega a ser terapeutico em sala de aula!Adorei!bjs,

Genis Borges disse...

Vanessa, que texto é esse? EXCELENTE! Adorei o tema e nunca tinha ouvido falar sobre isso, mas já tenho essa prática há tempos, acredita?????
Bjus, bjus.