2 de abril de 2013

Dia Mundial de Conscientização do autismo

Hoje, dia 2 de Abril todos vestem azul. Algum preconceito que ainda possa existir está ligado ao desconhecimento deste Transtorno. Divido com vocês um texto compartilhado na fanpage "Síndrome de Asperger-Autismo Infantil", um lugar onde aprendo muito a cada dia e indico a todos que como eu, busca caminhos para lidar com alunos autistas.



O AUTISMO é um transtorno global de desenvolvimento que afeta o indivíduo de forma significativa em três áreas:
COMUNICAÇÃO, SOCIALIZAÇÃO E COMPORTAMENTO.

Seu impacto pode ser grande na estrutura de uma família, uma vez que não existe cura.

Mas existe tratamento!

O Autismo exige tratamento terapêutico multidisciplinar ao longo de toda a vida (nas áreas de psicologia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicomotricidade, fisioterapia, educação física adaptada, pedagogia especializada, psicopedagogia).

Há diversos modos de manifestação do autismo (que são designados por Transtornos do Espectro Autista, também conhecido como TEA).

Alguns indivíduos apresentam fala e inteligência intactas, outros apresentam sérios retardos no desenvolvimento da linguagem ou do cognitivo; alguns parecem fechados e distantes, outros presos a comportamentos restritos.

Porém em cada caso há um perfil a ser tratado, a ser estudado e um prognóstico a se esperar, pois cada indivíduo pode responder aos tratamentos terapêuticos de forma diferente!

Todos os tratamentos são importantes e imprescindíveis para atingir o máximo resultado em termos de progressos e desenvolvimentos para o Autista, mas o tratamento mais eficaz para todos os tipos e gradientes do AUTISMO sem dúvida até hoje, não tem outro melhor que ainda se tenha descoberto:

CARINHO - ATENÇÃO - AMOR!



Com estes três ingredientes, os outros tratamentos terapêuticos com certeza serão muito bem aproveitados e potencializados para o melhor desenvolvimento do indivíduo!

(Kátia P. Coutrim)


Tenham uma ótima semana!


5 comentários:

Vanessa Gonçalves Vieira disse...

Muito bacana teu post Mel!
respeitar as diferenças e aprender a conviver com elas é um passo significativo para viver bem e ajudar os outros a viver bem também!

Nota 1000!!!!

Toninha Borges disse...

Muito bem abordado o tema.
Bju Toninha

cris chabes disse...

Olá Mell muito importante divulgar essa síndrome. Ainda há pouca informação na nossa área de como lidar com o aprender e ensinar da criança com autismo. Eu mesma já tive uma aluna e fiz um curso muito interessante com a dona da AUMA. Ela mesma tem uma filha com autismo e foi a busca de informações em todas as áreas para ajudar a filha. Terminou fundando uma instituição de atendimento e dá muitos cursos.
Minha aluna não se comunicava comigo, mas fez um bom relacionamento com uma aluna da sala. Assim, pelo olhar, nós tínhamos uma relação de entendimento.
Adorei o tema
Vou recordar e publicar aqui.
Beijocas
Cris Chabes

Anne Lieri disse...

Oi Melissa!Excelente seu post nos conscientizando sobre o autismo,que tão pouco se conhece!Com certeza tres palavrinhas mágicas que fazem toda a diferença na vida dessas crianças!bjs

Genis Borges disse...

Amiga, tenho alguns alunos autistas e é um desafio diário aprender a lidar com eles.
A família estando aberta para comunicação, ajuda e muito o trabalho da escola.
Grande abraço, Genis