19 de abril de 2013

Avaliação em Foco: Avaliar ou verificar a aprendizagem escolar - o que praticam os docentes?

Avaliação é uma palavra presente no cotidiano escolar, sabemos disso. E sabemos também que as discussões sobre o tema são constantes, afinal de contas, não podemos fugir desse processo.

A questão discutida no artigo da revista Avaliação em Foco é justamente a forma como nós professores fazemos essa avaliação: é meramente quantitativa ou qualitativa?  O professor verifica ou avalia?

A questão da verificação para cumprimento do regimento escolar ou de provas como a Provinha Brasil, a Prova Brasil e outras não leva em consideração todos os aspectos da aprendizagem do aluno. Muitas vezes nos são mostrados números frios, que não podem simplesmente nos servir como meras estatísticas: a questão da avaliação como parte do processo de aprendizagem se apresenta como fundamental para os professores.

Devemos utilizar esses números como parte de um replanejamento constante, efetivo, significativo para nossos alunos. Devemos levar em consideração a qualidade, e não somente a quantidade. A avaliação de forma contínua e cumulativa, como nos mostra a LDB, muitas vezes fica somente na teoria. Nos vemos rodeados por notas e diários que servem como um ferramenta burocrática que, por muitas vezes, não leva em consideração a individualidade de nossas crianças.

Verificar se a aprendizagem foi significativa é sim um processo trabalhoso, claro, que exige recriação e replanejamento constantes. Mas é uma boa forma de conhecermos melhor o público com o qual lidamos. Para mim, é a humanização do processo de aprendizagem.

Bom fim de semana!
Elaine



Resenha- Elaine Serrano
Fonte - Revista “ Avaliação em foco”


Assine já a Revista Avaliação em Foco.
Mais informações no site: http://avaliacaoemfoco.com.br/



2 comentários:

Anne Lieri disse...

Elaine,concordo com seu texto!Precisamos aprender a utilizar de maneira proveitosa os números das avaliações,senão serão infrutíferas.bjs,

Toninha Borges disse...

Realmente amiga é um processo trabalhoso que deve ser reavaliado.