8 de março de 2013

A época de provas e o cotidiano escolar


Na escola onde leciono, está chegando a época de provas. Esse é um momento que gera muita expectativa e ansiedade nos alunos.

Para aqueles que estudam em casa todos os dias, fazem as lições e trabalhos e tiram suas dúvidas em sala, é mais um momento do cotidiano escolar. Para outros, é o momento onde bate o desespero: seja qual o motivo, acontece uma corrida contra o tempo. O aluno acredita que, estudando na véspera da prova, conseguirá aprender o que não aprendeu até agora.

Muitas vezes, ele até consegue a nota que desejava. Só que esta não reflete a realidade do estudante: ele "decorou" a matéria e conseguiu responder àquilo que lhe era proposto. Mas o aprendizado significativo, aquele que levará adiante, não foi conquistado.

Por isso as avaliações na minha disciplina estão sempre em processo de transformação: História deixou de ser matéria "decorativa". Eu quero que meus alunos entendam o processo histórico, as relações entre os fatos. É claro que é um processo longo, difícil por muitas vezes, mas que tem gerado resultados positivos (claro que, durante algum tempo, existia um "déficit de resultados" grande, mas, aos poucos, as coisas vão se equilibrando, ainda bem).

O que eu quero dizer com isso é o seguinte: o hábito de estudo é fundamental para um bom aprendizado e um bom desempenho nas avaliações. Estudar um dia antes da prova não é legal, o aluno vai "decorar" e esquecer com a mesma rapidez. E a prova, a avaliação, não deve ser vista como momento de "punição" ou de "vingança" do professor. A avaliação é parte do processo de aprendizagem, sim. Devemos olhar para esse momento com muito carinho.

É uma hora de reflexão do processo, tanto por parte do aluno, quanto por parte do professor: saber o que está legal, o que precisa ser retomado, quem está com dificuldades, quem pode ajudar o colega, enfim: um ponto de partida para um novo recomeço ou um momento de finalização daquilo que deu certo.

É um assunto polêmico, eu sei, mas que deve ser retomado sempre!

Bom fim de semana!
Elaine

3 comentários:

Anne Lieri disse...

Elaine,infelizmente tem muito disso: ficar á toa o tempo inteiro e decorar tudo na véspera d prova!Vc disse muito bem,as avaliações estão mudadas e não adianta ficar decorando.Foi-se o tempo que História era matéria decorativa,hoje é preciso entender e interpretar os fatos.Um excelente post!Aproveito pra desejar a todas as meninas do Educação em foco um feliz dia da mulher!bjs,

Toninha Ferreira disse...

Infelizmente nem todos pensam igual a vc, e acabam mesmo estudando de véspera. Fica uma coisa decorada pra quele momento e depois esquecem. É uma pena. os alunos deveriam reaprender a estudar.
bju

Genis Borges disse...

Excelente post Elaine!
Olha, os alunos estão com uma preguiça danada de estudar, mas no meu tempo eu tb tinha...rsrs e só aprendia e tirava notas boas nas matérias daqueles professores que 'sabiam' ensinar.
Em uma escola onde trabalho, não temos prova, são avaliações diárias e os alunos sabem bem disso. Na outra, dou uma prova apenas e dou várias avaliações durante o bimestre, incluindo atividades orais, jogos, brincadeiras, atividades escritas, entre outros!
Bjus querida!