5 de fevereiro de 2013

É preciso ter coragem!


Você é uma pessoa de coragem? 

Eis aí uma pergunta que tem estado há algum tempo comigo. Em nossa profissão o que mais precisamos é coragem que, também, pode ser entendida como ousadia. Como vocês podem notar (lá no meu blog, o Educar para Transformar e nas postagens que tenho feito aqui no Educação em foco), penso que a Educação esteja ligada a transformação. E você já viu alguém transformar sem ousar?

Nos estudos, poucos, que tive sobre administração sempre ouvia algo sobre a novidade, sobre o inovar... Para  inovar é preciso ter coragem e discernimento e além disso, ter consciência dos riscos corridos, mas ao mesmo tempo planos suficientes para contornar os empecilhos.

Agora pergunto de novo,VOCÊ TEM CORAGEM??  

Um novo ano letivo está batendo à nossa porta! Daqui a poucos dias estaremos diante de novos alunos, novas realidades, novos desafios, novas dificuldades...  E como será que enfrentaremos "estes mundos" de novidades que nos esperam? 

Fico aqui pensando que a cada ano que passa a escola se renova. Sim, porque a escola é feita de pessoas, não são apenas paredes, carteiras e quadros, e as pessoas se renovam por natureza, mas para que essa renovação seja positiva precisamos nós, condutores deste barco, estarmos motivados e cheios de esperança e coragem!

Os alunos chegam com expectativas, sabemos que sim, porque conosco acontecia também. Nossa missão é descobrir o que poderemos proporcionar a eles para que estas expectativas sejam alimentadas e frutifiquem durante todo o ano?

Sim, eu também sei que esta não é uma tarefa das mais fáceis de serem cumpridas, principalmente quando o mundo inteiro cobra que eduquemos Seus filhos, quando, na verdade, sabemos nós que o que  deveríamos fazer é instruí-los.  Somos vítimas da troca de valores de nossa sociedade que para mim é mais uma guerra conceitual. 

Mas até esta guerra conceitual, só conseguiremos vencer se tivermos coragem. Coragem para dizer o que pensamos, coragem para fazer um bom trabalho com nossos alunos e, principalmente, coragem para sermos honestos com nossas escolhas enquanto profissionais que somos!

Pense nisso!!
O que você quer transformar durante este ano letivo?
Seja ousado! 
Seja corajoso!




13 comentários:

Anne Lieri disse...

Vanessa muito bom seu texto! O professor precisa ser corajoso para colocar em prática aquelas ideias que são mais trabalhosas e que muitas vezes por isto são rejeitadas pela escola/grupo.Precisa ter coragem pra ser diferente,sem medo de mostrar o amor á sua profissão.Muitas vezes isso é mau visto na escola e devagar é que se consegue respeito.Parabéns por nos levar a essa reflexão.Bjs,

VERÔNICA RIBEIRO disse...

Entrei aqui por intermédio do blog da Vanessa. Como é bom ver pessoas que ainda acreditam na educação. Muito boas as postagens. Continuem assim. Meu blog é Consultório Psi veronicaribeiropsicologa.blogspot.com.br e facebook é http://www.facebook.com/psicologaveronicaribeiro
Beijos e sucesso.

Sadrac Pereira disse...

Otimo texto, eu acrescentaria que é preciso ter coragem para aceitar os desafios citados e ainda sobreviver com o salario de miseria que é pago os professores... haja coragem
sadracpereira.blogspot.com.br

Augusto Sperchi disse...

Olá Vanessa! Sua indagação é sempre pertinente e as pessoas deveriam se questionar assim o tempo todo. Porém, em nosso meio, ao mesmo tempo que vemos o fluir de pessoas em formação (alunos) também vemos o conservadorismo florescer naqueles que se julgam injustiçados pela história, que reclamam de tudo e pouco fazem para alterar a situação. Não se atualizam e nem acompanham os novos métodos, como p. ex. o virtual. A coragem é algo para os poetas, que ainda insistem em namorar a Lua. Pena, esses colegas estão presos a um passado autoritário e nem vislumbram saída para o seu presente. Mas sua pergunta não pode se calar e nem é preciso ter tanta coragem assim, basta ter prazer no que se faz, gostar das pessoas, ter amor e compreensão, gostar de si mesmo, ter conhecimento e segurança. Tudo isso é possível, basta ter a coragem e a vontade de se tornar cada vez mais humano, já que nunca podemos dizer que estamos completos. Ainda bem! Abraços para o trio da pesada!

Ant P disse...

Não é à toa que se diz que "a sorte protege os audazes", ou seja, conquista-se a sorte com audácia!
Gostei do blogue e já sou seguidor.
Abraço desde Lisboa.
António Pereira
http://acordo-ortografico.blogspot.com
http://portuguesemforma.blogspot.com

Vanessa Gonçalves Vieira disse...

Concordo com você Anne. Essas ideias são muito importante em alguns momentos e se não estivermos preparados somos levados pelo comodismo!

Beijo grande pra ti! .))

Vanessa Gonçalves Vieira disse...

Obrigada pelo carinho Verônica. Fico feliz que tenhas gostado. Amo fazer parte desde grupo!!!! Seu blog é um encanto. Feliz de ter lhe encontrado!

Abraço!

Vanessa Gonçalves Vieira disse...

E põe desafio nisso Sadrac!!!!!
Grata pela visita!!! .)

Vanessa Gonçalves Vieira disse...

Olá Augusto. Que sejamos como os poetas!!!!! Professores poetas podem muito porque a poesia transforma corações!!!

Obrigada pela tua visita e por teu comentário!
Abraço pra ti!

Vanessa Gonçalves Vieira disse...

Então, que em 2013 ela nos proteja! ]
Abraço Ant P.

Seja bem-vindo!

Prô Cris Chabes disse...

Olá Vanessa adorei seu texto
Realmente é preciso ter coragem para enfrentar determinadas situações que vivemos no dia a dia, incluindo aqui nosso trabalho.
Vou contar uma situação que vivi no 2o. dia de aula. Um aluno, que também foi meu aluno no 1o. ano(este ano estou com 3o. ano) no meio da aula resolveu soltar uma piadinha. Ninguém riu. Eu virei e comentei que havia hora para brincadeiras e para se concentrar na lição. Todos continuaram quietos. Ele ficou muito sem graça. No dia seguinte a família veio conversar justificando que o menino estava imitando o "Cirilo da Novela Carrossel". Minha resposta CORAJOSA e curta foi " Eu não sou a professora Helena e essa escola não é um faz de conta" Há hora para tudo.
Ponto Final.
Beijocas
Cris Chabes

Genis Borges disse...

Sem comentários...rsrs
Sua fã amiga!

Genis Borges disse...

Vanessa, bela reflexão para começar.
Não tinha pessoa melhor para escrever esse post!
Bjus amiga!!