22 de novembro de 2012

Educação Física

imagem do google

"Educação Física" 

Essa palavrinha é mágica no cotidiano escolar. Toda criança adora fazer a aula e não vê a hora do professor chegar. 
Agora um projeto de lei sugere que o mínimo semanal para a aula seja de 2 horas e fala da importância do exercício físico para um futuro saudavel. 

Acompanhe parte dessa reportagem na Revista Profissão Mestre e dê sua opinião sobre como as aulas dessa disciplina se organizam na sua escola. Que tipo de atividades esse profissional organiza para cada turma de alunos?


"Um projeto de lei proposto pelo senador Eduardo Amorim (PSC-CE) pretende estabelecer uma carga horária mínima semanal de 2 horas para a Educação Física. A medida, caso aprovada, valerá tanto para as escolas públicas como para as escolas particulares.
PLS 249/2012 altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB, Lei 9.394/96). Na norma está explícito o caráter obrigatório da disciplina e os casos em que a prática é facultativa, tais como, por exemplo, quando o aluno possui jornada de trabalho igual ou superior a seis horas e tenha mais de 30 anos de idade.
A LDB determina ainda que cada escola é responsável por construir seu projeto pedagógico e definir a carga horária de cada uma das matérias. No entanto, na avaliação do senador, essa mudança em relação ao texto original da lei representou “um preocupante enfraquecimento da Educação Física, que sempre enfrentou resistência no meio acadêmico” Revista Profissão Mestre. Confira a matéria na integra

Abraços 
Cris Chabes


6 comentários:

Dorli disse...

Oi Cris
Eu acredito que as crianças vão adorar, desde que tenham um professor comprometido com suas aulas. Eu quando lecionava adorava participar das aulas de Educação Física, no meu limite,é claro. Quando entrou outra professora simplesmente me proibiu de participar das suas aulas...não me pergunte o porquê.
Tínhamos um professor que vinha duas vezes por mês no H.T.P.C dar aulas de relaxamento. Que delícia, adorava e sorria à toa.
Agora estou fora da escola, afinal form 37 anos...Uau!!
Beijos
Lua Singular

Renata Diniz disse...

Olá Cris! Trata-se de uma boa iniciativa. Torço para que os profissionais sejam realmente comprometidos com o trabalho. Pois, eu não tive bons professores nessa área. Beijos!

Tatiane Rosa Domingues disse...

Eu tinha 2 horas de educação física (e odiava...) mas o mundo mudou, né? Agora todo mundo ama educação física e a gente sabe da importância do esporte. Tomara que dê certo então.

Vanessa Gonçalves Vieira disse...

Oi Cris, sou a favor de que as crianças tenham sim um tempo maior de educação Física. Penso que esse é um direto que deve ser garantido. Já que eles gostam tanto e principalmente porque ajuda no desenvolvimento intelectual, psicomotor e afetivo também. Mas antes de ser aprovada a lei creio que alguns municípios deveriam juntos com os professores de Educação física estabelecer planos de trabalho, para não cairmos no hora de pular corda e isso por isso apenas.

Adorei o post!
Bjus!!!

Profª Lourdes disse...

Boa tarde Vanessa! Estou passando para desejar muita paz e felicidade e que as graças do Senhor Jesus derrame sobre você seus famílias e amigos e que o amor incondicional de Jesus por nós seja um exemplo para que possamos amar ao próximo sem distinção.
Como diz Madre Tereza de Calcutá: “Não ame pela beleza, pois um dia ela acaba. Não ame por admiração, pois um dia você se decepciona. Ame apenas, pois o tempo nunca pode acabar com um amor sem explicação”.
Hoje postei mais uma parcial do sorteio no blog, a meta de 550 seguidores está quase sendo alcançada, estou ansioso para enviar os prêmios aos ganhadores, se ainda não participa, veja link na lateral do blog, se já está participando veja sua posição e busque alcançar o primeiro lugar. Abraços, fica na paz do senhor.

Prô Cris Chabes disse...

Olá meninas agradeço a participação de todos na reflexão de mais um tema neste blog
E principalmente por saber das diferentes visões sobre a situação da aula de Educação Fisica nas escolas
Vamos continuar com esse debate no próximo ano