15 de novembro de 2012

Dia da Proclamação da República

Dom Pedro II e o Marechal Deodoro da Fonseca

Em 15 de novembro de 1889 foi proclamada a república do Brasil.

Na época, o país era governado por D. Pedro II e passava por grandes problemas, em razão da abolição da escravidão, em 1888.

Como os negros não trabalhavam mais nas lavouras, os imigrantes começaram a ocupar seus lugares, plantando e colhendo, mas cobravam pelos trabalhos realizados, o que gerou insatisfação nos proprietários de terras.

As perdas também foram grandes para os coronéis, pois haviam gasto uma enorme quantidade de dinheiro, investindo nos escravos e o governo, após a abolição, não pagou nenhuma indenização aos mesmos.

A guerra do Paraguai (1864 a 1870) também ajudou na luta contra o regime monárquico no Brasil. Soldados brasileiros se aliaram aos exércitos do Uruguai e da Argentina, recebendo orientações para implantarem a república no Brasil.

Os movimentos republicanos também já aconteciam no país, a imprensa trazia politização à população civil, para lutarem pela libertação do país dos domínios de Portugal. Com isso, vários partidos teriam sido criados, desde 1870.

A Igreja também teve sua participação para que a república do Brasil fosse proclamada. Dois bispos foram nomeados para acatarem as ordens de D. Pedro II, tornando-se seus subordinados, mas não aceitaram tais imposições. Com isso, foram punidos com pena de prisão, levando a igreja a ir contra o governo.

Com as tensões aquecendo o mandato de D. Pedro II, o mesmo dirigiu-se com sua família para a cidade de Petrópolis, também no estado do Rio de Janeiro.

Porém seu afastamento não foi nada favorável, fez com que fosse posto em prática um golpe militar, onde o Marechal Deodoro da Fonseca conspirava a derrubada de D. Pedro II.

Boatos de que os responsáveis pelo plano seriam presos fizeram com que a armada acontecesse, recebendo o apoio de mais de seiscentos soldados.

No dia 15 de novembro de 1889, ao passar pela Praça da Aclamação, o Marechal, com espada em punho, declarou que a partir daquela data o país seria uma república.

Dom Pedro II recebeu a notícia de que seu governo havia sido derrubado e um decreto o expulsava do país, juntamente com sua família. Dias depois, voltaram a Portugal.

Para governar o Brasil República, os responsáveis pela conspiração montaram um governo provisório, mas o Marechal Deodoro da Fonseca permaneceu como presidente do país. Rui Barbosa, Benjamin Constant, Campos Sales e outros, foram escolhidos para formar os ministérios.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

4 comentários:

Vanessa Gonçalves Vieira disse...

Muito bacana este texto!
Genis, nota 1000
Dar espaço para esse assunto aqui no blog. Os feriados em nosso pais tem sido somente feriados, muitas vezes esquecemos o motivo real de uma paralização. Um abraço!

Educadores Multiplicadores disse...

Olá multiplicadora Genis, ficou ótimo sua síntese sobre a Proclamação, parabéns!

Educadora, receba um convite especial para conhecer os novos blogs/multiplicadores do mês de setembro/12, conforme as regras.
Seu blog foi um dos conquistadores. Parabéns e muito obrigado.

Link da postagem:
http://www.educadoresmultiplicadores.com.br/2012/11/multiplicadores-top-comentarista-do-mes.html

Aproveite a visita para ler as novas páginas, pode ser interessante à parceria.

http://www.marquecomx.com.br/
http://www.educadoresmultiplicadores.com.br/

Fiquemos na Paz de Deus e até breve.

Escola Promorar disse...

Olá Educadora Genis.
Seu blog é maravilhoso e seu texto ficou D++++!!! Parabéns. Viemos agradecer sua visita e adesão ao nosso blog. Ser´uma honra te receber. Volte outras vezes. Será um gosto enorme. Um ótimo final de semana. Um carinhoso abraço

Prô Cris Chabes disse...

Olá Genis, que importante falar sobre as datas que comemoramos na nação e nem sempre na escola os alunos sabem o significado
Beijocas
Cris Chabes