4 de agosto de 2012

O meu pestinha favorito - parte II

Vocês se lembram do meu post sobre o "Meu pestinha favorito"?

Este ano ele continua comigo e nem parece a mesma criança.
No inicio ele até que tentou aprontar, pirraçar, provocar seus colegas, atormentar a cozinheira, mas quando percebeu que ninguém na nova sala achava graça da suas "brincadeirinhas" , ele parou. 

Fez amizade com um garoto super calminho, "falante", mas que não é de aprontar e .....mudou!

Na semana do dia das mães, ele estava muito inquieto, nervoso, comentou muitas vezes "não quero fazer nenhum cartão, nem presente" ao que eu dizia "faça para sua bisavó", Não! Não! Não!

Não queria ensaiar com os amigos, ficava emburrado no canto!

No dia da festinha, eu disse: "Eu queria que alguém cantasse para mim, meus filhos já são adultos e não fazem festinhas escolares, você poderia cantar!"
Na hora da festa sua avó chegou com um vasinho de flores e um cartão "Feliz dia das Mães", ele me entregou e disse: "Aqui está escrito Mãe mas você não é minha Mãe" 
Ele subiu ao palco e cantou muito.

Na festa junina ele não ia dançar, disse que não participaria pois a bisavó não o traria a escola, visto estar sem dinheiro. Todos ensaiaram e se prepararam para a apresentação. Conversei com a bisavó e pedi que ela o trouxesse somente na hora da apresentação.

No dia da festinha ele apareceu, quase na hora da dança. Estava um pestinha caipira lindo. 

Pouco antes da apresentação entreguei a ele um pacotinho contendo vales para compras de pipoca, refrigerante, pesca e etc. Seus olhinhos se iluminaram e meu pestinha dançou muito junto com seus coleguinhas. Estava incluído no grupo de amigos e feliz.

No último dia antes das férias, fizemos uma festinha na sala. Cada um trouxe um pratinho. Ele trouxe um pratinho com arroz doce. Aquele potinho em suas mãos na hora da entrada era como se fosse um pote de ouro. E era!

Antes da saída dei um Feedback a todos dizendo o quanto melhoraram desde o inicio do ano. Disse a todos sobre seu esforço e companheirismo com os amigos. Olhei para ele e disse o quanto era inteligente e como havia melhorado. Vi seus olhos marejados. E recebi um grande beijo.

O ano ainda não acabou, o segundo semestre já vai começar. 

Serei professora dela por mais 5 meses. No próximo ano ele estará com outra professora e sua vida seguirá, mas espero que ele jamais me esqueça, pois eu jamais o esquecerei. 

Aprendi muito com o meu pestinha favorito. 

Que venham outros, com suas histórias.

Abraços

Cris Chabes

2 comentários:

Beta disse...

Tem sorteio lá no blog
http://sosprofessor-atividades.blogspot.com.br
passa lá.
Bjs

Genis disse...

Cris, suas histórias nos emocionam e nos fazem refletir sobre os comportamentos de nossos alunos.
Amo os seus pestinhas! rsrsrs
Beijo grande, Genis