12 de fevereiro de 2012

Por que fazer o mesmo quando se pode fazer diferente?



Olá pessoal,


A matéria abaixo foi retirada da Revista Pátio online. Uma revista muito interessante que podemos utilizar para nossa atualização nos assuntos sobre educação. Vale a pena ler e refletir.


Vamos lá?


Colo aqui parte do artigo  O uso das tecnologias na educação para nossa reflexão...




Os recursos tecnológicos na escola

É evidente a insatisfação dos alunos em relação a aulas ditas "tradicionais", ou seja, aulas expositivas nas quais são utilizados apenas o quadro-negro e o giz. O aprender por aprender já não existe: hoje, os alunos precisam saber para que e por que precisam saber determinado assunto. Essa é a típica aprendizagem utilitária, isto é, só aprendo se for útil, necessário para entrar no mercado de trabalho, visando ao retorno financeiro. A internet invade nossos lares com todas as suas cores, seus movimentos e sua velocidade, fazendo o impossível tornar-se palpável, como navegar pelo corpo humano e visualizar a Terra do espaço sem sair do lugar. É difícil, portanto, prender a atenção do aluno em aulas feitas do conjunto lousa + professor.



Então, por que fazer o mesmo quando se pode fazer diferente? Uma vez que os alunos gostam tanto de aulas que utilizam a tecnologia, por que não aproveitar essa oportunidade e usá-la a seu favor? A aula pode entusiasmar os alunos de maneira ao menos parecida com que são excitados pelos jogos e filmes de alta qualidade em efeitos especiais. A escola precisa modernizar-se a fim de acompanhar o ritmo da sociedade e não se tornar uma instituição fora de moda, ultrapassada e desinteressante. Embora lentamente, ela está fazendo isso. Saber que o aluno aprende com o que lhe prende a atenção todos sabem. A questão é: estão os professores, as escolas e os sistemas de ensino preparados para tal mudança?



Aulas modernizadas pelo uso de recursos tecnológicos têm vida longa e podem ser adaptadas para vários tipos de alunos, para diferentes faixas etárias e diversos níveis de aprendizado. O trabalho acaba tendo um retorno muito mais eficaz. É importante, no entanto, que haja não apenas uma revolução tecnológica nas escolas. É necessária a revolução na capacitação docente, pois a tecnologia é algo ainda a ser desmistificado para a maioria dos professores.


Existe uma infinidade de programas disponíveis para montagem de exibições de slides, de atividades interativas e jogos; porém, alguns professores não sabem como utilizá-los. Utilizar o computador em sala de aula é o menor dos desafios do professor: utilizar o computador de forma a tornar a aula mais envolvente, interativa, criativa e inteligente é que parece realmente preocupante. O simples fato de transferir a tarefa do quadro-negro para o computador não muda uma aula. É fundamental que a metodologia utilizada seja pensada em conjunto com os recursos tecnológicos que a modernidade oferece. O filme, a lousa interativa, o computador, etc., perdem a validade se não se mantiver o objetivo principal: a aprendizagem.

Para ler toda a matéria vá ao site da revista ( AQUI)
(grifos meus)

-------- *---------

E você professor, como tem utilizado as tecnologias em em sua atuação? Que estratégias tem utilizado? Compartilhe conosco suas experiências. 


Abraço Grande 
Boa Semana e retorno à todos



*As imagens foram retiradas do Google

3 comentários:

Genis disse...

Realmente os alunos amam quando as aulas são assim, saindo do tradicional.
Vale a pena investir nisso e eu sempre faço isso!

*Já divulguei alguns posts sobre minhas aulas.

Um beijo minha amiga querida!
Genis

Vanessa Vieira disse...

Verdade Gênis. Acompanho seus posts e você faz isso muito bem... Fico feliz quando compartilha suas ideias... Adoroooo!!! Beijo no coração!

Prô Cris Chabes disse...

Realmente Vanessa
Aulas expositivas já não agradam mais
Ficar horas na frente do computador e da TV é mais estimulante tem mais atrativo
É preciso diversificar
Beijocas
Cris Chabes