27 de novembro de 2011

A escrita do professor

Olá pessoal,
Hoje venho conversar com vocês sobre a escrita do professor, um tema que me chama muito a atenção e que será uma das vertentes que trabalharei em minha monografia. 

Estava aqui lendo um texto da Jussara Hoffmann - Relatórios de avaliação para um trabalho que apresentarei na faculdade nesta segunda e me deparei com as seguintes citações:

Google imagens
"A escrita - representação da fala, representa o que nossa consciência pedagógica se deflagra." (M. Freire 1989)"

Por isso...

"É compreensível a insegurança de muitos professores em comprometer-se com essa tarefa. Tradicionalmente parece-lhes que a nota, o conceito não os denuncia: é do aluno, foi tirada por ele." 

"Nós fomos acostumados a planejar o futuro e não a refletir, relatar sobre o que aconteceu, os porquês, prováveis encaminhamentos..."

"Muitos professores até mesmo resistem em falar ou escrever sobre o seu trabalho, receosos da "correção" em sua apresentação, Contudo em relatórios de engenheiros especializados, advogados e outros tais ocorrências são tidas como normais." 

"Ainda carregamos a imagem secular de que o professor, que domina a grafia de todas as palavas domina o saber e que por ensinar, não pode cometer erros."


Então pessoal, a leitura dos trechos acima nos mostra alguns indícios do porquê que tantos professores ainda têm receio de mostrar seu trabalho, falar sobre o que fazem e até mesmo ousar mais em seu dia a dia escolar... 
Em minha opinião, nós que lidamos com esse universo da blogosfera estamos nos desprendendo desses monstros e estamos provando que é possível sim, errar. E mais, descobrimos que é possível, com nossos erros, construir novas possibilidades e novos conhecimentos... 
Google Imagens
Vocês concordam com isso?

Que leitura vocês fazem dos trechos acima? Como se veem ,escritores, antes e depois que começaram a utilizar o universo da blogosfera? 

Não deixe de dar sua opinião ela será muito importante para nós aqui do Educação em Foco... Ah! Vocês sabiam que muitas vezes deixamos de comentar  porque temos receio de nos expor (falo isso por experiência própria)....Pensem nisso...

Google imagens
 A exposição é necessária para que possamos gerar novas reflexões... Não tenham medo de utilizar este espaço para expor aquilo que pensam, pois desta forma poderemos gerar conflitos e novos conhecimentos!


Boa semana de reflexão e escrita para vocês!
Beijo no coração!

6 comentários:

Andréia Sales disse...

Bom dia,
Adorei a reflexão.
Eu não sou professora mas procuro escrever no meu blog corretamente.
As vezes me pego usando expressões da internet, mas sempre tento me policiar.
Bjks e ótima semana.

Educação em Foco disse...

É vdd amiga... qtas vezes não comento nas suas postagens voltadas pra Poesia por medo de falar abobrinha! rsrs (risinho amarelo agora).
Amei o post! (Como sempre)
Bjão, Genis ♥

Vanessa Vieira disse...

Obrigada pela leitura meninas... É assim que conquistamos autonomia... Gênis...Admiro você pela sua coragem sei que ai dentro tem poesia e grande... =) Diga apenas o que sentir... É sua participação seu sentimento... Beijo grande. Saudades de vocês!!!!

carmen silvia presotto disse...

Vanessa Querida, sempre bom estar contigo, acompanhar teu trabalho e reflexões, o professor é um canal de transmissão, é alguém que se dedica a passar adiante um mundo, o mundo dos livros a outros livros que se debruçam em classes cotidianas para nascer.

Mundo dentro dos mundos, é também uma humanidade, por isso, erra, acerta, conserta, educa, conduz, transmite, ensina, aprende, aprende e ensina.

Um beijo grande querida, parabéns ao trabalho que vem de ti.

Carmen.

Vanessa Vieira disse...

Obrigada pelo Carinho Carmen! Educação em foco Agradece tua visita e comentário! Abraços, muito bom estar contigo! Bjus

Prô Cris Chabes disse...

Olá Vanessa
Eu concordo com vocês
Muitas pessoas não foram acostumadas a escrever o que pensam, mas foram treinadas a escrever "histórias contadas" ou seja, reproduzir algo que a professora ditou. Assim, não perceberam que reproduzir algo é relatar seus sentimentos e impressões por meio da escrita.
Desde pequena adora escrever poesias. Ainda na adolescência publiquei poesias nos livros que os professores organização na escola (era assim, havia concurso de poesias entre os alunos de 5a. a 8a. série e entre os alunos do 1o. ao 3o. ano do ensino médio. Eu participei e ganhei. tenho o livro até hoje, qualquer dia publico aqui)
Então escrever não era difícil para mim, mas confesso que a blogsfera me ajudou ainda mais.
Beijocas
Cris Chabes