21 de novembro de 2011

Como falar com as crianças?

Quem convive o dia todo com crianças pode se perguntar muitas vezes: qual a forma ideal de falar com elas?
Com o berçário e o maternal o tom de voz é fundamental. A criança de 1 a 1 ano e meio ainda entende pouco as palavras, mas percebe a cadência da fala. As de 2 aninhos já entendem mais, porém o tom continua sendo o mais importante. A voz calma e segura lhes passa tranquilidade.
(imagem retirada do Google)


Aos 4 e 5 anos, a professora deve utilizar o tom de voz natural, mas ainda com vocabulário simplificado. O ideal é ser didática, mas nunca infantilizada ou forçada. Em caso de indisciplina, use formas francas e diretas, como "Não estou gostando disso!". Nunca diga a frase "Não gosto de criança que chora" ou "Não gosto de criança teimosa!" ela pode achar que a professora não gosta dele!
Em todas as idades é importante frases de estímulo nos momentos de sucesso "Viu, como você conseguiu?" "Ficou ótimo!"- e também no erro- "Não tem problema, vamos fazer de novo" e "Você vai conseguir".

Dicas gerais
*Fale corretamente, pois é ouvindo que a criança aprende a falar. Não é necessário corrigir os erros dos alunos-apenas repita a frase do jeito certo, para que o aprendizado seja natural;
*Use frases curtas e exponha ideias de maneira clara. As crianças se dispersam diante de longos discursos.
*Escolha termos que as crianças entendam, mas também inclua alguns ainda novos para enriquecer cada vez mais o vocabulário;
*Pense antes de falar. As crianças são sensíveis às palavras da professora.
*Seja firme, mas nunca agressiva. Exclamações como "Calem a boca" ou "Já perdi a minha paciência" só desgastam a relação;
*Historinhas são uma ótima ferramenta no cotidiano. Conte histórias e leia livros em voz alta e de maneira expressiva, gesticulando.
*A criança nota variações de humor. Como ela pode se sentir responsabilizada ("é comigo que a professora está triste" ), procure não transmitir grandes variações emocionais. A estabilidade da professora é muito importante para que os alunos se sintam seguros.



Fonte: Guia Prático para professoras de educação Infantil(outubro/2005)

Leia mais sobre Educação Infantil e Alfabetização no blog Professora Melissa

10 comentários:

Andréia Sales disse...

Adorei o post de hoje.
Foi muito interessante saber como conversar com os bebês.
Bjks

Renata Marques disse...

É uma boa dica para as mamães também.

Débora disse...

òtimas dicas, amiga. Perfeito para mi que agora estou com um pequeno papagaio em casa...rsrsrsrs Uma ótima semana pra vc

Cida Kuntze disse...

Muito legal esse post, gostei demais e serve mesmo pras mamães, como a Renata comentou.
Beijinhos.

Carol Damasceno disse...

Adorei... Muito enriquecedor...

Beijoquinhas
Carol

yahhh disse...

Gostei! Sempre bom aprender a falar melhor com nossos pequenos, ensiná-los... Beijos

Chris Ferreira disse...

Oi,
que postagem maravilhosa!
Nota mil!
Obrigada pela participação no sorteio e boa sorte!
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Marina disse...

muito bom o post, Mel!
É muito interessante qundo usamos palavras novas e a criança entende pelo sentido! Fico surpresa muitas vezes com a reação da Bia!
Bjs,

Educação em Foco disse...

Amei e divulguei bastante!
Esse assunto interessa muito as mamães e professores, tipo EU! Há!
bjão, Genis ♥

Prô Cris Chabes disse...

Olá Melissa, adoro suas publicações.
Conversar com os pequenos é muito importante e poucos pais e professores de educação infantil fazem isso.
Eles começam a falar e tem mais segurança em expressar seu pensamento se são estimulados quando menores.
Parabéns pelo post
Beijocas
Cris Chabes