6 de setembro de 2011

Na educação de nossos filhos, todo exagero é negativo


Por Eugênia Puebla 


Responda-lhe, não o instrua.

Proteja-o, não o cubra.

Ajude-o, não o substitua.

Abrigue-o, não o esconda.

Ame-o, não o idolatre.

Acompanhe-o, não o leve.

Mostre-lhe o perigo, não o atemorize.

Inclua-o, não o isole.

Alimente suas esperanças, não as descarte.

Não exija que seja melhor, peça-lhe para ser

bom e dê exemplo.

Não o mime em demasia, rodeie-o de amor.

Não o mande estudar, prepare-lhe um

clima de estudo.

Não fabrique um castelo para ele, vivam

todos com naturalidade.

Não o ensine a ser, seja você como

quer que ele seja.

 Não lhe dedique a vida, vivam todos.

Lembre-se de que seu filho não o escuta,

ele o olha.

E, finalmente, quando a gaiola do

canário se quebrar, não compre outra...

Ensine-o a viver sem portas.


..............................................................................................................
Quer participar do  blog Educação em Foco?
Nos envie uma postagem!
Todas as terças feiras é dia do colaborador.
Coloque seu conhecimento na Rede!
Divulgue seu trabalho!

4 comentários:

Michelle Passos disse...

Esse texto é fantástico! Tem toda razão!

Michelle Passos
criancasaprendemingles.blogspot.com

Prô Cris Chabes disse...

Eu adorei esse texto
Vou aproveitar e mandar um destes para todos os pais no dias das crianças.
Que eles olhem mais por seus filhos.
Beijocas a colaboradora
Cris Chabes

Vanessa Vieira disse...

Bom demais! Muito interessante a discussão que proporciona! Parabéns Eugênia.

melissa disse...

Ótimo...tb vou distribuir na minha escola!