12 de setembro de 2011

Ler e escrever na Educação Infantil


Algumas considerações importantes sobre a Leitura e a escrita na Educação Infantil:

-É na Educação Infantil que a criança tem seu primeiro contato com o meio escolar. Sabemos hoje que o período correspondente a Educação infantil é extremamente valioso, não somente pelas características especiais que o define, mas por todos os efeitos decisivos que acarreta em níveis posteriores. E temos como certo que falar em educação nos tempos atuais, requer que nos situemos muito mais na perspectiva da aprendizagem do que na perspectiva do ensino. É o aluno quem aprende. A ênfase é posta no aluno, como sujeito aprendente, situado no processo de ensino-aprendizagem, o que implica orientá-lo a “aprender a aprender” e a “aprender a pensar”.  
Texto feito a partir de imagens

-Infelizmente, algumas vezes as crianças chegam a acreditar que as atividades de leitura e escrita produzidas dentro da escola é diferente da produzida fora dela. A iniciação a leitura e escrita se coloca na escola sob o ponto de vista de uma metodologia fechada, que parte do mesmo ponto para todos os alunos  e que se processa e progride, a partir de uma lógica que não coincide em nada com a lógica que é utilizada pelas crianças para formular suas hipóteses.
-Quando o ensino da leitura e da escrita se insere a partir do ponto de vista da aprendizagem significativa e do uso da língua em sua função real, os alunos desenvolvem estratégias de compreensão da leitura e da produção de textos escritos, que com o passar do tempo, consolidam-se em um domínio mais profundo e útil da linguagem escrita.
O que queremos saber? (texto ditado pelas crianças)

-A criança precisa conhecer o sistema de codificação da escrita alfabética e por outro lado precisa conhecer a linguagem escrita como um conjunto de diferentes modos discursivos que resultam na utilização da escrita. Ou seja, as diferentes formas de expressão que podem ser encontradas nos textos escritos. Notem que as crianças, mesmo antes de saber ler e escrever já diferenciam uma carta de uma receita culinária.
Experimente tentar descobrir do que se trata esse texto em alemão:
Zutaten:
·  4 Tassen Zucker
·  250 g Butter bei Raumtemperatur
·  8 flache Tassen Mehl
·  2 Esslöffel Backpulver
·  1 / 2 Tasse Maisstärke
·  1 / 2 l Milch
·  7 Eier
·  2 Eigelb
·  1 Teelöffel Essenz Orange Kaffee-Kuchen
  
Você utilizou estratégias para descobrir? Então... é a mesma coisa que a criança faz quando apresentada a um texto!
-Ler e escrever se aprende lendo e escrevendo, vendo como outras pessoas lêem e escrevem e é claro, errando. Os erros no começo da aprendizagem da escrita devem ser tratados como naturais no processo de exploração que a criança realiza  com a linguagem, do mesmo modo que entendemos os erros quando a criança começa a falar .

-Ler não é somente decodificar. Mas para ler é preciso decodificar. Podemos muito bem ensinar a decodificar a partir de leituras significativas que não deixem de lado a compreensão  leitora. A aula deve ter um contexto rico em interações comunicativas e de forma concreta na leitura e na produção de textos escritos. O professor precisa usar textos para serem “lidos”, isto é, que respeitem as regras da linguagem escrita, e ao mesmo tempo, que sejam de uso real: cartas, bilhetes, anúncios, receitas de cozinha, contos , notícias, etc. O professor neste caso, é o receptor privilegiado da comunicação que interpreta, corrige e enriquece os textos das crianças, ainda que elas não saibam como “escrever bem”. É importante que a criança observe desde cedo  que escrevemos ou lemos para nos comunicarmos.
Trava-línguas



4 comentários:

Carol Sales disse...

Adorei a postagem. É importante refletir sobre o uso que fazemos dos textos em sala de aula. Gosto muito de trabalhar com projetos justamente para trazer esse sentido pra sala de aula. Os alunos produzem e se interessam porque sabe onde vão chegar com aquilo. Parabéns meninas!!!

Chris Ferreira disse...

Oi Melissa,
não sou professora mas concordo em gênero, número e grau! Graças a Deus eu consegui despertar nas minhas filhotas o gosto pela leitura! Hoje mesmo postei uma das nossas leituras!
Legal que você está participando do sorteio das ecobags da Anima Verde! São lindas e muito resistentes!
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Sam (@samegui @maecomfilhos) disse...

Ontem eu falei sobre as tarefas de casa de redação de #aos11 e #aos8 e hoje li este post . Eu me sinto como a Chris Ferreira, já passei da fase do "Ler e o escrever na educação infantil", vejo que os meninos aprenderam a amar a leitura e, como corujei ontem, a escrita, mas ainda temos um longo caminho pela frente para que este aprendizado se firme como uma boa base para tudo que a leitura e a escrita podem garantir para eles num futuro profissional.

Prô Cris Chabes disse...

Olá Mell, quando comecei a ler esse post, já imaginei que era um trabalho seu sem ir até o final da página para verificar quem havia postado.
Assim como a Genis, vc está sempre dando dicas maravilhosas de como interagir com os alunos para organizar o pensamento e começar a escrever.
Parabéns
Cris Chabes