15 de abril de 2011

Refletindo sobre a Violência na Escola no Rio!

Depois do que aconteceu na Escola Municipal no Rio de Janeiro, onde um jovem entra na sala de aula e dispara contra crianças inocentes, mais uma vez nos perguntamos o que está acontecendo com nossa sociedade. Será que esse jovem que cometeu tamanha brutalidade contra os jovens daquela escola municipal também sofreu alguma forma de agressão física ou moral quando era um aluno.

Nada do que ele fez justifica o fato, mas é o momento de olharmos para nossos alunos com mais atenção e perceber pequenos sinais desse e de outros tipos de violência que possam no futuro levá-los a cometer atos de violência contra si e contra os outros.

Abraços
Cris Chabes

Segue um texto sobre bullying e algumas dicas de como proteger nossas crianças contra esse mal.

Ao tomar conhecimento que o seu filho está sofrendo intimidações, leve a sério e inicie um plano para orientá-lo a lidar com isso. Afinal enquanto mãe/pai é sua responsabilidade ensinar o seu filho como proceder. Aqui vão algumas dicas:

1. Parta para ação, não fique parada nem esperando a situação agravar-se

2. Ensine seu filho pelo exemplo. Pesquisas demonstram que criança que presenciam violência e agressão no lar são mais propensas a serem vítimas de bullying, ou ainda tornarem-se o `valentão`que intimidará outras pessoas.

3. Dê ao seu filho as pistas de como identificar o que é intimidação verbal, e física, assim ele saberá identificar quem não deve ser escolhido para amigo.

4. Crie um ambiente que ajude seu filho a construir amizades. Os `valentões`geralmente focam naquelas crianças mais arredias, tímidas e sem amigos. Assim, você estará protegendo seu filho se ajudá-lo a ter bons amigos.

5. Pratique com o seu filho, como ele deve lidar com algumas situações de intimidação, caso elas ocorram. Lembre-se de praticar para que seu filho veja o jeito certo e errado de lidar com uma situação difícil.

6. Oriente seu filho a sempre buscar a ajuda de um adulto nestas situações. Deixe a Professora informada do que está ocorrendo para que ela possa lidar adequadamente com a situação.

7. Ajude seu filho a construir e elevar a auto estima, pois crianças com auto estima dificilmente deixam-se impressionar por intimidações. Por isso tenha sempre palavras positivas para o seu filho, motive-o, celebre os sucessos dele, esteja sempre pronta a apoiá-lo, alegre-se com os talentos e habilidades dele. Faça-o sentir-se seguro e acolhido.

Lembre-se, o bullying ocorre porque os `valentões` sabem detectar os pontos fracos dos outros. Eles observam as crianças que apresentam dificuldade de se relacionar, de fazer amizades, descobrem aquelas que mostram-se inseguras e que querem agradar a todo custo.
Por isso não deixe o caminho aberto para os `valentões`humilharem o seu filho, feche essas brechas alimentando a auto estima do seu filho, só assim ele ficará imune a esse tipo de agressão.

3 comentários:

melissa disse...

Ótimas dicas!É fundamental que os pais fiquem atentos ao comportamento dos seus filhos!

Genis disse...

Eu sofri Bullying e sei o quanto isso dói dentro de nós.
Parabéns pela postagem num momento tão oportuno.
Beijos.

Negação de Irene disse...

Obrigada pelas dicas.