27 de abril de 2011

A IMPORTÂNCIA DO EDUCADOR DA EDUCAÇÃO INFANTIL

         

(IMAGEM DIVULGAÇÃO)
              Ser um educador infantil é uma enorme responsabilidade, ora pois é através desse que as crianças entram em contato após a família. É na escola, como um segundo ambiente socializador que a criança começa a ampliar sua rede de relações e, que através dela e o educador, constrói conhecimentos significativos a seu modo de perceber a vida.
             Já que a educação deve ser considerada um processo de formação contínua, pode-se dizer que tal educador, principalmente por estar lidando com os pequenos, precisa levar muito a sério sua profissão, gostar do que faz e renovar-se á todo momento, pois ensinar e aprender é fundamental como conceito inicial para esse profissional.
             Tal educador tem que possuir um perfil, no qual acredite na transformação, que goste de mudança e que para isso seja eternamente curioso.
             Quem dera se todos os profissionais docentes tivessem uma compreensão e visão homogênea da infância. Talvez seja a multiplicidade de olhares que tornem o ensino interessante e passível de crescimento. Cada teoria também produz um tipo de “olhar” sobre a infância, desde os que apenas acham que ser criança é apenas mais uma de tantas etapas de nossa vida, até aqueles que procuram na infância toda a origem de quem somos agora.
            Sendo o adulto alguém que a criança instintamente tenta imitar, cabe ao educador ser possuidor de um carinho imenso com seus alunos, pois é através de um olhar, do toque que muitas crianças revelam suas emoções de tristeza e alegria. Primordialmente, além de todo conhecimento que se tenha a partir da teoria, a prática do educador infantil será grandiosa quando puder contribuir de forma ativa no crescer e desenvolver de atitudes de respeito e afeto das crianças.
 Celso Antunes diz:
 “Que sejam desafiadores, inquietos, responsáveis e sobretudo estudiosos para que se mantenham sempre ao lado dos avanços científicos da neurologia, pedagogia, psicologia e psicopedagogia e que saibam transpor essas conquistas para sua ação junto às crianças.
 Que dominem estratégias de ensino que possibilitem que as crianças ensaiem, estruturem projetos, façam explorações, elaborem hipóteses, desenvolvam conjeturas que as ajude a sair do egocentrismo, jamais incutindo conhecimentos, mas intermediando a construção de conceitos e de significações;
 Que seja um (a) especialista em jogos, mas que os descubra não como elemento apenas de recreação e lazer, mas como ferramenta usada pela mente para explorar todas as inteligências e para transformar de forma significativa a maneira de pensar da criança;
 Que seu olhar sobre o desenvolvimento humano não seja de apenas encanto e jamais de infantilização, mas de integral comprometimento com a profissão, com as conquistas da ciência e com o trabalho”.
 Portanto, o papel do professor abrange mais do que a rotina de sala de aula, mas completa-se pelo cuidado do professor em relação ao seu aluno. Partindo desta ideia, é possível perceber a necessidade do professor ter um olhar zeloso sobre a criança, um olhar que o acompanhe em casa, no pátio da escola, nos corredores da escola e principalmente dentro da sala de aula. Para tanto, é necessário que haja envolvimento, afeto, dedicação, pois somente assim formar-se-á cidadãos mais reflexivos que contribuirão para uma sociedade melhor.
Que eu nunca perca o foco de ter um olhar sensibilizado sobre meu aluno.
Regina Gregório
Referencia: Educação infantil: prioridade imprescindível Celso Antunes

2 comentários:

  1. Olá Regina, Que bacana seu post sobre o Educador infantil. Concordo plenamente com a importÂncia desse profissional, principalmente quando diz respeito ao Afeto. Acho que essa é uma questão que há muito tempo alguns professores deixaram de lado e precisam resgatar. Adorei o Post. Boa Noite!

    ResponderExcluir
  2. Olá REgina. Maravilhoso seu post.
    Acredito também que é preciso muito dedicação, respeito, estudo, amor, ter o dom para lidar com a educação infantil, assim como para ser professor em todos os níveis de ensino.
    E como disse Celso Antunes, que sejam desafiadores.
    Beijocas
    Cris Chabes

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante.
Obrigada por participar!