20 de março de 2011

TUDO O QUE EU PRECISAVA SABER APRENDI NO JARDIM DE INFÂNCIA




Olá,
Hoje gostaria de compartilhar com vocês este lindo texto. Segundo ele tudo o que precisávamos saber aprendemos no Jardim da Infância. 
Resolvi compartilhá-lo com vocês pois acho que é um dos melhores textos para reuniões de pais e porque entendo que ele nos traz uma boa reflexão sobre a vida de um modo geral.
É importante sermos bons profissionais, é importante nos preocuparmos com o rumo que toma a nossa área de trabalho, mas também é importante nos preocuparmos com as nossas vidas, pois sem elas o resto não poderemos fazer. 
Bom domingo para vocês!




A maioria das coisas que eu realmente precisava aprender sobre como viver, fazer e ser, eu aprendi no Jardim de Infância. Sapiciência não se encontrava no topo da montanha das escolas de pós-graduação, mas na areia da creche.

Essas são as coisas que aprendi: Compartilhe todas as coisas, 'jogue limpo' e não bata nos colegas. Não pegue nada que não sehja seu, limpe a bagunçaque você fez e coloque tudo nos seus lugares. Peça desculpas quando você magoar alguém. Sempre dê descarga e lave as mãos, sobretudo antes das refeições. Viva uma vida equilibrada: além de trabalhar, desenhe, pinte, conte e dance um pouco todos os dias. Lembre-se também de que leite frio e biscoito fresquinhos podem ser bons para você.

Tire uma soneca todas as tardes e, quando sair às ruas, cuidado com o trânsito. Dêem as mãos e permaneçam juntos. Cultive a sua imaginação: lembra-se da semente de feijão que a professora colocava no vaso com água? As raizes cresciam para baixo e as folhas para cima e ninguém sabia explicar o porquê. Nós somos parecidos. Os peixinhos do aquário, os passarinhos da gaiola e as sementes de feijão, todos morrem e nós também.

Recorde-se do grande e melhor conselho da época: Olhe! Olhe ao seu redor! Tudo o que você precisa saber está ai a sua volta. AS regras de ouro: paz, amor, ecologia e uma vida saudável.

Imagina como o mundo seria melhor se todos tivessem um lanchinho com leite e biscoitos as três da tarde e, em seguida, tirassem uma soneca... imagine se fosse uma política nacional que todos os cidadãos tivessem que limpar a sua própria bagunça e colocar as coisas de volta em seus lugares... Imaginem se todos dessem as mãos e permanecessem juntos... imaginem...

(texto de Robert Fulghum, adaptação e tradução de Paulo R. Motta)

7 comentários:

Genis disse...

Uma vez recebi este texto por email e achei maravilhoso.
Que bom que compartilhou ele aqui.
Bjks. Genis.

♥ELIANE PERA♥ disse...

É verdade.esse texto mostra a importancia do jardim na vida das pessoas.Pois todas as coisas importantes como formação,autonomia etc... são aprendidos lá.O jardim não é só brincar. Amei a postagem.

Carla Pathy : disse...

Já conhecia esse texto, inclusive o utilizei numa capacitação que fiz com as professoras da Ed. Infantil do meu município, há alguns anos. Mas o mais importante é que ele é verdadeiro e sempre atual. Acredito na Educação Infantil como a base da educação escolar e um texto como esse, emociona, motiva e faz a gente refletir na nossa prática como educadores.

Mil beijinhos!
Saudades de todas vocês!

melissa disse...

Também já utilizei bastante este texto em reunião de pais!Muito bom para que eles tenham noção da importância da Educação Infantil!

Prô Cris Chabes disse...

Oi Vanessa que lindo
Eu nao conhecia esse texto e fiquei imaginando meus alunos em muitas dessas situacoes agora e no futuro.
Lindo vou usar na rpoxima reuniao.
Beijos
Cris Chabes

Vanessa G. Vieira disse...

Olá Meninas! Fico feliz que tenham gostado do post. Esse texto me tocou desde a primeira vez que li. Muito obrigada pelos comentários! Ótima semana para vocês! =)
Cris tenho certeza que os responsáveis dos seus alunos irão adorar o texto, os meus ficaram encantados! bj

Regina Gregório disse...

Pense como o mundo seria melhor se todos nós, no mundo todo, tivéssemos biscoitos e leite todos os dias por volta das três da tarde e pudéssemos nos deitar com um cobertorzinho para uma soneca. Ou se todos os governos tivessem como regra básica devolver as coisas ao lugar em que elas se encontravam e arrumassem a bagunça ao sair.
Estas são verdades, não importa a idade.
Ao sair para o mundo é sempre melhor darmos as mãos e ficarmos juntos. Esse texto serve de reflexão para a semana!!!
Bjus no coração!!!