27 de março de 2011

O QUE PRECISAMOS FAZER PARA REINVENTAR A ESCOLA?


Olá queridos,
Hoje gostaria de compartilhar com vocês um texto que publiquei lá no blog Transformar. Ele fala sobre as atitudes que nós, sujeitos da escola, precisaríamos e precisamos tomar para reinventar a nossa escola. Espero que gostem. Estarei aguardando ansiosamente os comentários de vocês.  



"Como promover uma escola que seja capaz de mudar e se transformar sem perder o conteúdo? E principalmente, como fazer tudo isso e manter os alunos focados e motivados no processo de seu desenvolvimento como indivíduo  e de sua formação?" *(Max Haetinger)



É com essas duas perguntas que Max Haetinger - em reportagem à revista Aprendizagem- nos instiga a pensar sobre  as carências da escola que temos atualmente. Segundo o autor nos últimos anos temos sido bombardeados por novos termos, novos olhares e novos valores tanto na vida como na educação. E diante de tantos dilemas professores e gestores se esforçam para tentar se atualizar e gerar 'novas' saídas para 'velhos' problemas como a relação entre alunos, professores e conhecimento. 
Na tentativa de responder a essas e a tantas outras perguntas Max baseia-se nas afirmações de MORIN, que afirma que essas carências (dilemas) são frutos CULTURAIS. 

- "Talvez tenhamos nos esquecido que educar 
é fundamentalmente um ato de interação 
e troca cultural e não um processo de transmissão 
e acumulo de conceitos e formulas". - 







Será que já paramos para pensar nessa possibilidade? Temos consciência de que o fracasso escolar é cultural porque não sabemos valorizar a cultura?  E o que fazer então para reverter essa situação? Que atitudes tomar para que haja interação entre Escola e alunos? 




Para responder a essas perguntas Max nos leva a refletir sobre três palavras:

CRIATIVIDADE


Essa é uma das principais ferramentas da construção. A criatividade é o diferêncial dos vencedores, quem gera novas ideias é quem se destaca. Se antes nossa preocupação era armazenar e ensinar os alunos a armazenas informações, hoje nossa preocupação deve estar voltada para a forma como utilizaremos tais informações, como elas podem se encaixar em nossas produções diárias? 
Assim é de extrema urgência que nós, professores e escolas, entendamos que na sociedade em que vivemos tona-se de suma importância mudar a forma de propor e interagir com o conhecimento.



INOVAÇÃO

Inovar na sociedade de hoje é uma necessidade não uma opção! Ou estamos sempre em atualização, inovando ou ficamos para trás em instantes... Será que é por isso que a escola tem ficado para trás? 
vivemos em uma era na qual , em segundos, as coisas se transformam e na qual o mundo está ao alcance de todos. Nossos jovens, através dos computadores  e de muitos outros meios se conectam com esse mundo globalizado e rapidamente transformam sua forma de ser, fazer e conviver, portanto para que tenha um discursos coerente e em condições de por em prática tudo o que significa EDUCAR, precisamos nos adaptar e estar em constante transformação.
Fazemos isso quando nos perguntamos se há uma melhor forma de trabalharmos determinado conteúdo, quando nos preocupamos com as diferentes realidades apresentadas em sala de aula, quando provocamos discussões sobre temas de interesse da turma e principalmente, quando estamos conscientes de que assistir aula neste século não significa aprender, mas que APRENDER significa INTERAGIR.


ENCANTAMENTO

Não menos importante do que as outras palavras, essa vem com peso dobrado. Segundo o autor se buscarmos as definições formais veremos que encantar é exercer influência mágica, fascinar, cativar pessoas, provocar admiração. Durante muito tempo o professor teve esse 'poder' de encantamento e hoje em dia, será que ainda tem? Antigamente os alunos se  encantavam pois criam que o professor era alguém sabia muito. Hoje em dia encantar deve ser visto pelo professor como fazer aquilo que o aluno não espera, alunos gostam de ser surpreendidos. Cabe então ao educador realizar coisas novas, praticar a INOVAÇÃO e principalmente buscar de seus alunos a CRIATIVIDADE no tratamento dos temas e conteúdos. 
Só agindo dessa forma é que teremos uma escola encantada, uma escola onde professores se encantam com alunos e os alunos, em retribuição, fazem o movimento contrário. Interagindo dessa forma poderemos construir de verdade a geração do futuro, com novos valores, conhecimentos, novas ideias, tão necessários diante desses novos desafios com os quais temos nos deparado.
Somente com CRIATIVIDADE, INOVAÇÃO e ENCANTAMENTO será possível inventar Reinventar a escola e torná-la a escola de nossos sonhos.

Fonte: Revista Aprendizagem
ano3 nº 15/2009
Reportagem: 
 Criatividade, inovação 
e encantamento: 
a reinvenção da escola

3 comentários:

Prô Cris Chabes disse...

Olá Vanessa, você como sempre trazendo textos maravilhosos.
Vamos reiventar uma educação melhor para todos.
Vamos reiventar uma escola onde todos possam sentir prazer em estar.
Um grande beijo
Cris Chabes

Genis disse...

Eu adoro este texto e até já o publiquei lá no meu blog.
Saudades de vc!
Beijos.

Luzia Lira Pedagoga disse...

Muito interessante esse texto. Gosto de pensar que tudo vai melhorar.Quero nunca perder meu encantamento pela educação.Mesmo aposentada de sala de aula, gosto de me inteirar sobre os acontecimentos na educação. Parabéns pelo Blog.

Bjos Luzia Lira